EntrevistaMúsica

Entrevista – Misael fala sobre ‘TUWIN’ e os desafios da sua carreira

Nesta sexta (12) o cantor Misael lança o single e o clipe de “TUWIN”. Com isso, o cantor, que iniciou a sua carreira aos sete anos de idade, falou conosco, em uma conversa super maneira, sobre o lançamento, a sua família, o som do DF expandindo-se pelo Brasil e como anda a vida dos profissionais da música em meio a pandemia.

OA – Como tá a expectativa sobre o lançamento e o que podemos esperar dele? 

Misael – “´É um feat., to felizão por que ta chegando enquanto desfrutamos desse novo trabalho vamos por aqui “tree” lançamento fugindo um pouco do contexto gera daqui de Brasília, tentei colocar alguns outros elementos que chama atenção, em neon e tentei agregar um pouco de detalhes diferentes, eu que puxei o roteiro. Franco Pandolfino, piloto da Super Bike. amigão da gente argentino. quando ele puxou esse assunto já estava construindo o roteiro, apresentei pra ele o som e ele super curtiu. Pra quem gosta de motocicleta velocidade está incrível.”

OA – A construção de uma carreira a âmbito nacional não é fácil, mas sabemos que a internet pode ajudar bastante. Já foi reconhecido na rua em outro Estado? Qual é a primeira memória que lhe vem a cabeça sobre a sua relação com os fãs?

Misael – “Aqui em Brasília ja é bem normal, mas quando a gente pisa em outro estado a gente sente a diferença, sente que seu som alcançou algo a mais. Em Estados vizinhos como Minas Gerais, Goiás acontece bastante, sentimos que as coisas estão andando e alcançando, na prática ver as pessoas emocionadas, como é o efeito do seu sonho.”

OA – Em 2020 quais foram as conquistas para você e sua equipe mesmo diante do cenário de pandemia?

Misael – “Geral da música, a questão de shows é o que a gente sente bastante falta. E querendo ou não gera uma renda pra quem também trabalha com a gente, isso fugiu dos nossos planos, tínhamos agendas e projetos, shows. Com “breck” dos shows tivemos que mudar nosso esquema, nosso plano.

OA – Como você está interagindo agora com os fãs nesse momento?

Misael – “Tenho alguns fãs clubes, faço parte no grupo do Whatsapp e tudo mais. O que tenho mais próximo é isso… que é através das redes sociais. Fazemos também reuniões pelo zoom as vezes entram fãs que não são dos grupos e fã clubes.”

OA – Como é a relação da sua família com sua carreira, no seu Instagram há fotos fofas com seu filho. Realiza projetos pensando nele, quais são seus portos seguros?

Misael – “Tudo que eu faço se envolve pensando nele! Meu Porto seguro é minha mãe, perguntou como é a gente e tal, ela sempre apoiou, meu irmão também canta, já vim de uma família rapper… Quem enfrentou toda a barra deve ter sido ele, se minha mãe já falou pra alguém não fazer deve ter sido pra ele, mas ela sempre foi apoiadora da gente. Meu irmão que me apoia bastante, ele que me colocou em todo esse jogo aí, vim através dele, que canta antes de mim. Se tiver que agradecer futuramente são todos voltados à ele.”

OA – Nossa perguntinha final sempre é “O que é abominável pra você?”

Misael – “Vem de abominado, o que vem na minha cabeça vêm alguma coisa sombrio.”

Camila Beatriz
Leonina mini Publicitária, com ascendente em Jornalismo. Almejo transmitir minha personalidade, seja na redação ou criação artística. https://www.instagram.com/camilabeatriz.fotografia/ https://www.linkedin.com/in/camilabeatrizs/

    More in:Entrevista