Música

Morre Agnaldo Timóteo aos 84 anos por causa da Covid-19

Na manhã deste sábado (03) morreu aos 84 anos o Agnaldo Timóteo, por complicações da Covid-19.

O cantor estava internado desde o dia 17 de março no Hospital Casa São Bernardo, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro. Agnaldo estava intubado na UTI e chegou a tomar a vacina contra doença, porém, no intervalo entre a primeira e a segunda dose, acabou contraindo o coronavírus possivelmente quando precisou ir a São Paulo para resolver a documentação de seu apartamento e indo a festa de um amigo.

“É com imenso pesar que comunicamos o falecimento do nosso querido e amado Agnaldo Timóteo. Agnaldo Timóteo não resistiu as complicações decorrentes do COVID-19 e faleceu hoje às 10:45 horas. Temos a convicção que Timóteo deu o seu Melhor para vencer essa batalha e a venceu! Agnaldo Timóteo viverá eternamente em nossos corações! A família agradece todo o apoio e profissionalismo da Rede Hospital Casa São Bernardo nessa batalha. A Família informa  que a Corrente de Fé, com pensamentos positivos e orações, permanecerá, em prol de um mundo melhor!
#LuzTimóteo!”
– disse a assessoria do cantor em nota enviada à imprensa.

Agnaldo nasceu em Caratinga (MG) e iniciou a sua carreira em uma rádio local em Governador Valadares, também em Minas Gerais. No Rio de Janeiro, o cantor chegou a trabalhar como motorista da Ângela Maria enquanto tentava consolidar a sua carreira na cidade.

Entre os seus sucessos estão “Meu Grito”, feita originalmente pelo Roberto Carlos, “Ave-Maria”, “Mamãe” e “Os Verdes Campos De Minha Terra”.

O cantor também teve uma passagem pela política, chegando a ser o deputado federal mais votado da história do Rio de Janeiro em 1982 e sendo reeleito em 1994. Em 2004, foi eleito vereador em São Paulo.

More in:Música