BBB

Tiago Leifert diz que eliminações envolvendo polícia foram mais difíceis que da Karol Conká no BBB 21

Durante o “BBB: a Eliminação” na noite desta quinta (06), o Tiago Leifert respondeu se a eliminação da Karol Conká no BBB 21 havia sido a mais difícil em sua trajetória apresentando o reality.

O apresentador disse que não, pois apesar da alta rejeição, que foi mais de 99,2%, a saída da cantora ainda estava dentro do espírito do jogo, diferente das mais difíceis, que foram envolvendo inquéritos policiais. O ex-comandante do “Globo Esporte SP” ainda contou sobre a teoria da conspiração de que a rapper havia recebido informações durante o intervalo comercial de sua eliminação.

“Acho que não é a mais traumática, porque tudo que ela fez ficou dentro da casa. Já tive que tirar gente que estava com problema aqui fora, com Ministério Público, inquérito, delegacia… Isso me machuca quando o jogo transborda muito. O dela, pra minha sorte, não tinha família e nem plateia, pois com eles ficaria mais doloroso. (…) O intervalo não foi para falar com ela. Isso é uma conspiração, uma idiotice. A gente fez comercial porque a Globo vende comercial. Na final, tive 6 blocos e nunca fiz tantos na minha vida.”

Durante a sua trajetória como apresentador do “Big Brother Brasil”, Tiago teve duas eliminações que foram casos de polícia: a do Marcos Harter, no BBB 17 por conta de acusações de agressão a Emilly, vencedora da edição, e a do Vanderson no BBB 19, por acusações de estupro e agressão a mulher. Confira abaixo como foram esses dois momentos.

More in:BBB