CinemaCrítica

Crítica – “Jumanji: Próxima Fase” tem melhora no roteiro em comparação ao primeiro

Hoje chega aos cinemas o filme Jumanji: Próxima Fase, que trás de volta os protagonistas ao game após o Spencer (Alex Wolff) estar entediado com a vida e querer um pouco mais de ação.

Vamos já começar com comparação: o segundo filme do remake tem uma melhora acentuada no roteiro, com mais ação e mais envolvimento dos personagens. Quem viu o primeiro e a acabou se decepcionando, o segundo pode tentar tirar essa má impressão, com o devido destaque também a mais dois personagens que entram: os avôs de Spancer e de Fridge (Danny DeVito e Danny Glover), que também acabam entrando no game sem querer e assumem o papel de Smolder Bravestone (Dwayne Johnson) e Moose Finbar (Kevin Hart) respectivamente.

Ainda falando do roteiro, a construção da história em torno do jogo também merece um destaque positivo, pois acaba sendo mais coerente do que no último. Porém, nem tudo acaba indo certo, alguns momentos ainda ficam a desejar, como é o caso dos efeitos especiais.

Apesar de mostrar toda a aventura, efeitos ainda não são os mais perfeitos e acabam sendo desconfortáveis e deixam a cena um pouco desencantadora. Assim como os diálogos dos personagens do game sem ser os protagonistas, poderia ter mais um pouco de interação e não criar um momento cômico em cima disso, como é o caso do vilão. Vocês conseguem imaginar um vilão falando as mesmas frases repetidas? Ficaria mais legal se ele fosse mais desenvolvido, assim como o grupo da vida real.

Em geral, acaba sendo um filme bom e que garantirá boas risadas e boas atuações assim como no primeiro filme.

More in:Cinema