Teatro

A Assembleia São Paulo – teatro online segue em cartaz até 28 de novembro

O espetáculo é a segunda etapa do projeto “Daqui, para onde vamos?”, da plataforma Brasil Cena Aberta, que estreou com Ficções Sônicas #02: FeiTiÇo, dramaturgia e direção deGrace Passô.

“Daqui, para onde vamos?”, projeto desenvolvido pela Plataforma Brasil Cena Aberta tem o intuito de apresentar a produção cênica Brasileira ao público geral e a programadores e curadores internacionais interessados em experiências teatrais em novos meios e formatos desenvolvidas no Brasil. O projeto foi contemplado com o Prêmio Zé Renato de apoio à produção e desenvolvimento da atividade teatral para a cidade de São Paulo – 12a edição – 2020.

Daqui, para onde vamos? É uma pergunta que foi enfaticamente levantada a partir do momento em que fomos afetados pela pandemia. Com o mundo em suspensão e grandes cidades, como São Paulo, passando seu funcionamento do modo presencial para o modo remoto, surgiram inúmeras questões de ordem social, política, filosófica e artística. As discrepâncias econômicas tanto mundiais quanto locais, assim como o redesenho geopolítico do planeta suscitaram as mais diversas reflexões. Em nosso âmbito, a continuidade do fazer teatral foi imediatamente colocada em xeque.

Nesse contexto, o Brasil Cena Aberta inaugurou o ciclo Cenas Abertas ao Insólito, em julho de 2020, propondo reflexões sobre a expansão do teatro para o universo virtual. Paralelamente, organizou uma edição online de seu encontro internacional de artes cênicas, que ocorreu em dezembro de 2020, com mostra de espetáculos, apresentação de projetos, trocas profissionais, workshops e debates. E, mais especificamente, convidou um grupo de artistas a desenvolverem criações específicas para serem compartilhadas via internet, fomentando e difundindo novas linguagens  teatrais. Assim nasceu o projeto Daqui, para onde vamos?, composto pela criação de dois espetáculos: Ficções Sônicas #02: FeiTiÇo e A Assembleia São Paulo – teatro online e por um novo ciclo de encontros do programa Cenas Abertas ao Insólito, além da realização de oficinas técnicas.

Em Ficções Sônicas #02: FeiTiÇo, a propulsão inicial para criação veio da observação do centro da metrópole esvaziado por causa da pandemia ao mesmo tempo que cada vez mais povoado pelos que não pararam de circular e reabitar as ruas. Já em A Assembleia São Paulo, uma coprodução de teatro documental entre o Brasil e o Canadá que começou a ser construída em 2019, na primeira edição do Brasil Cena Aberta, a ideia inicial era realizar um espetáculo presencial, que propiciasse o espaço de embate e discussão entre pessoas com posições políticas bastante divergentes e, às vezes, convergentes. A transposição do projeto para versão online trouxe uma série de novas questões, a começar pela etapa inicial da criação do texto, que é concebido a partir de um encontro real, em um jantar, para o qual são convidadas pessoas reais para conversarem, a partir de um roteiro que vai de apresentações biográficas a exposição de suas posições políticas, culminando com a necessidade de convergirem na escrita de uma carta, que devem assinar em conjunto. A partir dos diálogos gravados nessa ocasião, os dramaturgos reduzem essa dramaturgia real, e esse novo texto será utilizado pelos atores e atrizes em cena.

Nesse projeto, a ideia de teatro expandido, numa alusão ao cinema expandido, parece melhor traduzir essa imersão virtual do acontecimento teatral na qual fomos, de um modo ou de outro, iniciados durante a pandemia.

É, portanto, para fomentar e se aprofundar nas possibilidades dessa nova linguagem, assim como para refletir sobre diferentes aspectos da criação, difusão e recepção do público que o Brasil Cena Aberta propõe a apresentação dos dois espetáculos e um ciclo de encontros, além de promover oficinas voltadas à técnica específica para as criações online.

A Assembleia São Paulo – teatro online (Canadá/Brasil), estreia dia 19 de novembro, convidando o público a pensar criticamente questões sociais, presentes e urgentes.

O projeto foi desenvolvido em parceria com a Porte Parole Productions, e Brasil Cena Aberta, com a curadoria, direção e mediação em cena de Beatriz Sayad e Juliana Jardim. A cena originou-se em um jantar real feito via Zoom, no qual pessoas com distintas posições políticas se encontram e discutem. Na Assembleia brasileira junto com as mediadoras, estiveram presentes Carmen Silva, Cleifson Dias, Mateus Bandeira e Leandro Piquet. Uma quinta pessoa participa por áudio, mas será mantida anônima. Os participantes da assembleia na cena, além dos espectadores, são a atriz Carlota Joaquina e os atores Eduardo SilvaEucir de Souza e Kadu Garcia.

Idealizado pela companhia de teatro canadensePorte Parole, A Assembleia‎ começou em 2017 como um projeto itinerante documental de longo prazo. Em cada cidade, a equipe criativa da peça monta e registra jantares em que quatro pessoas que não se conhecem, e que têm posições ideológicas diferentes, se enfrentam e confrontam francamente a partir de temas que surgem na presença do encontro. O roteiro de perguntas de cada jantar foi criado pela companhia, e, a partir da gravação do longo encontro, gera-se um texto mais curto. No palco, os atores interpretam os quatro personagens da vida real no primeiro ato da peça.‎

O jantar entre essas quatro pessoas, com posicionamentos políticos ora convergentes ora bastante divergentes, é transformado em espetáculo, realizado por 4 atores e pelo público, que é convidado a entrar em cena. O primeiro ato de A Assembleia São Paulo – teatro online repõe o jantar, agora em composição dramatúrgica, com a presença de duas atrizes mediadoras que participaram também da experiência real. São elas que convidam o público, no segundo ato da peça, a dar prosseguimento à discussão em uma plataforma de encontro.

A Assembleia São Paulo – teatro online é uma coprodução entre a companhia de teatro documental canadense Porte Parole e o Brasil Cena Aberta; o dispositivo já foi experimentado em vários países como Canadá, Alemanha, Lituânia e Estados Unidos, e agora experimenta sua versão brasileira, em modo remoto.

A peça faz parte do projeto “Daqui, para onde vamos?”, desenvolvido pela Plataforma Brasil Cena Aberta com o intuito de apresentar a produção cênica Brasileira ao público geral e a programadores e curadores internacionais interessados em experiências teatrais em novos meios e formatos desenvolvidas no Brasil. O projeto foi contemplado com o Prêmio Zé Renato de apoio à produção e desenvolvimento da atividade teatral para a cidade de São Paulo – 12a edição – 2020.

Ficha Técnica

A Assembleia São Paulo | teatro online (CAN/BR)

Escrito por Alex Ivanovici e Brett Watson

Com consultoria de Beatriz Sayad e Juliana Jardim

Concepção: Alex Ivanovici, Annabel Soutar e Brett Watson

Direção e curadoria: Beatriz Sayad e Juliana Jardim

Com Beatriz Sayad, Carlota Joaquina, Eduardo Silva, Eucir de Souza, Juliana Jardim e Kadu Garcia

Direção de Fotografia: Heloisa Passos, abc, dafb

Montagem: Tina Hardy

Som direto: Gustavo Zysman Nascimento

Direção de Arte: Simone Mina

Direção Técnica: André Boll

Direção de comunicação: Ricardo Muniz Fernandes

Assistentes de Direção de Arte: Vinicius Cardoso e Nika Santos

Produção de Figurino: Rick Nagash

Equipe de transmissão: Rodrigo Gava e GAMA Produção Visual (Gabi Perissinotto e Marcel Della Vecchia)

Operadoras de câmera: Hellen Braga, dafb e Heloisa Passos, abc, dafb

Assistentes de câmera: Elisa Ratts e Giovanna Giordano

GMA: Paulo Oliveira

Assistente de montagem/cor e legenda: Leticia Mota

Design Gráfico: Gabriela Fernandes

Assessoria de Imprensa: Pombo Correio

Comunicação na Web: Olívia Maia

Site: Olívia Maia e Vitor Marinho

Fotografia: Larissa Paz

Realização: Brasil Cena Aberta em parceria com Porte Parole Productions

Porte Parole Productions (Montreal):

Direção Artística: Annabel Soutar

Direção Executiva: Amandine Gauthier

Produção: Line Noel

Direção de Comunicação: Mira Cliche

Consultoria em Projetos Internacionais: Joel Richard

Idealização e Direção Geral do Projeto: Andrea Caruso Saturnino

Com a colaboração de: Aline Olmos e Ricardo Muniz Fernandes

Produção: Performas Produções

Produção Executiva: Ju Kaneto e Mariella Siqueira

A ASSEMBLEIA SÃO PAULO | teatro online (Canadá/Brasil)

Em colaboração com Porte Parole Productions

Temporada

20 e 27 de novembro: sessões às 16h e 20h

21, 24, 25, 26 e 28 de novembro: sessões às 20h

Atividade gratuita e aberta ao público.

Classificação indicativa: 12 anos.

A partir de 24 de novembro serão exibidas sessões com recurso de legenda em inglês.

A sessão de 27 de novembro às 16h (horário do Brasil) terá recurso de tradução simultânea em inglês para público de outros países.

Mais informações: brasil-cenaaberta.org

Ciclo de encontros – Cenas Abertas ao Insólito

A Assembleia São Paulo – teatro online

com Juliana Jardim, Beatriz Sayad, Brett Watson e Alex Ivanovici

Idealizado pela companhia de teatro canadense Porte Parole, A Assembleia‎ começou em 2017 como um projeto itinerante documental de longo prazo. Em cada cidade são registrados encontros em que quatro pessoas que não se conhecem, com posições ideológicas diferentes, se enfrentam e confrontam francamente. Uma conversa sobre este dispositivo cênico e os desdobramentos que ele oferece para a semântica da cena.

Data: 23 de novembro, terça às 19h.

Transmissão com tradução simultânea pelo canal do YouTube do Brasil Cena Aberta.

youtube.com/c/BrasilCenaAberta

Nicole Gomez
Formada em Rádio e TV, sou uma apaixonada por Teatro Musical e acredito que a Cultura pode mudar vidas.

More in:Teatro