Letras

Letra: ‘Chuva no Pantanal’ – Mayck e Lyan (Tema de Trindade e Irma em Pantanal)

A cortina vem de longe
Vai revoando o pardal
Que vai pro lado contrário
Da chuva no pantanalPra não apagar o paiero
Amolecer o chapéu
Vai meu último ponteio
Vistoriando esse céuLogo a poeira não sobe
Assenta a terra no chão
Coisa do homem lá em cima
Milagre pra plantaçãoAs sementes viram flores
O verde soma com outra cor
Vai dar serviço pra abelha
Vai ter namorada para o beija-florAs sementes viram flores
O verde soma com outra cor
Vai dar serviço pra abelha
Vai ter namorada para o beija-florUô, uô, uô
Entra que a chuva chegou
Uô, uô, uô
Entra que a chuva chegouA cortina vem de longe
Vai revoando o pardal
Que vai pro lado contrário
Da chuva no pantanalPra não apagar o paiero
Amolecer o chapéu
Vai meu último ponteio
Vistoriando esse céuLogo a poeira não sobe
Assenta a terra no chão
Coisa do homem lá em cima
Milagre pra plantaçãoAs sementes viram flores
O verde soma com outra cor
Vai dar serviço pra abelha
Vai ter namorada para o beija-florAs sementes viram flores
O verde soma com outra cor
Vai dar serviço pra abelha
Vai ter namorada para o beija-florUô, uô, uô
Entra que a chuva chegou
Uô, uô, uô
Entra que a chuva chegou

Advertisement

More in:Letras