Música

‘Bloco do Sargento Pimenta’ faz live neste sábado (12) diretamente do Teatro Riachuelo

Dando seguimento à programação do Teatro Riachuelo de Palco Aberto, o projeto convidou um dos blocos mais queridos do Carnaval carioca, aquele que toca iê-iê-iê com batuque brasileiro. Em sua primeira transmissão ao vivo, dia 12 de setembro às 21h, no palco do Teatro Riachuelo, o Bloco do Sargento Pimenta celebra a primeira década de existência, faz homenagem aos 80 anos de John Lennon e chama atenção para o Setembro Amarelo, mês de conscientização sobre a prevenção do suicídio. 

Quando “Help!” foi lançada pelos Beatles, há 55 anos, não ficou muito claro que aquele era um grito real de socorro de John Lennon, que completaria 80 anos em outubro. A energia da canção camuflava o que o artista tentava mostrar ao mundo: a insegurança, a necessidade de ajuda e, acima de tudo, a depressão. No mês de conscientização sobre a prevenção do suicídio, o Bloco do Sargento Pimenta, que há 10 anos espalha a tradicional alegria do Carnaval, vai abordar o tema em sua primeira transmissão ao vivo. Porque a arte salva!

“Nós entendemos a música e a arte como ferramenta de comunicação e expressão, que tem o poder de mover os afetos. Ouvir Beatles, falar de amor e dançar ao som do tambor é o que temos pra dar nesse momento e esperamos de coração que isso traga paz e nos conecte com o público, mesmo que remotamente,” define Lucas Sorriso, um dos diretores musicais do Bloco do Sargento Pimenta.

Durante a transmissão, o coletivo pretende arrecadar doações para seus músicos e sua equipe técnica, a maior parte sem trabalho desde o início da pandemia. O evento vai abrir espaço para participações virtuais de artistas e, também, para depoimentos de especialistas sobre o Setembro Amarelo e de representantes de ONGs que realizam trabalhos artísticos em comunidades. Isso sem abrir mão de mostrar um repertório bem conhecido do público: clássicos dos Beatles mesclados com ritmos da música brasileira.

Com arranjos sofisticados, mas que respeitam a personalidade original das canções, o set list inclui o maracatu “Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band”, a ciranda “Yellow Submarine”, o ijexá “Twist And Shout”, o batidão “Ticket To Ride”, as marchinhas “She Loves You” e “All My Loving”, o baião “Can’t Buy Me Love”, o samba “I Want To Hold Your Hand” e a quadrilha “Here Comes The Sun”, entre outras músicas do quarteto de Liverpool. “Help!”, que o coletivo lançou em forma de single em julho deste ano, também é presença certa e ganhou uma roupagem composta por ritmos afro-brasileiros, como o samba-reggae. 

More in:Música