Música

Uma das cantoras mais versáteis da música atual, Paula Mel reflete sobre as redes sociais em novo EP “Naturalmente”: “Novo jeito de fazer ditadura”

Advertisement
Advertisement

Dona de uma das vozes mais marcantes e inconfundível da música contemporânea brasileira, a cantora Paula Mel coloca sua versatilidade sonora em cena mais uma vez. Com canções que exploram o cenário atual, sentimentos, paixões e vivências da artista, o compacto “Naturalmente” já está disponível nas plataformas digitais em formato de EP e Lyric Vídeo. Com produção de Marcos Sá e Zé Nigro, este é o segundo trabalho solo de Paula e chega propondo uma ampliação do universo musical da cantora a levando para novos lugares repletos de paisagens que fazem flerte com a música eletrônica, ijexá, samba, MPB e mais.

Ao todo serão quatro faixas inéditas que de fato mostram uma nova faceta de Paula Mel, que despontou na cena musical nacional em 2021, com seu álbum de estreia “Janelas”, trazendo parecerias com nomes como Jorge Aragão, Maria Rita e o grupo Revelação. “O nome do EP ’Naturalmente’ foi pensado justamente por essa versatilidade que eu tenho de poder cantar coisas diferentes. Isso é algo absolutamente natural pra mim. Sem perder a minha essência que também está em outros ritmos, como o rock por exemplo, estilo no qual já gravei várias coisas. Me identifico como uma cantora e intérprete, sem rótulos, e quero me sentir livre pra cantar o que me toca no momento”, explica.

Mas além de seu talento natural, Paula usa também em seu novo EP “Naturalmente”, a tecnologia a serviço de sua própria visão de música, derramando sentimentos em beats , com o apoio instrumental grandes músicos como Ney Conceição, Claudio Andrade, Thiago Feghali, Zé Nigro, maestro Dirceu Leite, Dustan Gallas, Marcos Sá, entre outros. Um super time que embalou a cantora, que transformou suas músicas em mensagens de conscientização e reflexão. Como no caso da faixa principal “Te Programando”, que traz uma espécie de crítica à manipulação presente na internet e nas redes sociais. “Tudo é muito raso. Toda beleza é pura. Um novo jeito de fazer ditadura…Tem gente te procurando. Tem gente te programando. Relaxa que não vai nem sentir. Todo dia quer se fotografar. Dá uma like, dá mil like pra mim. Casamento é com o celular…”, canta Paula na Canção.

No projeto, a cantora mantém ainda sua essência romântica e a vibe positiva em músicas como “Sem Você Não Dá”, que fala de amor, e “Cobra Criada”, uma divertida resposta para àquelas pessoas que são, digamos assim, aproveitadoras, que adoram nos puxar para baixo, são oportunistas e metidas à espertas. O clima de brincadeira, aliás, se estende também à canção “Gostoso Faz Mal”, que como o próprio nome já diz questiona o porquê de tudo que é gostoso fazer mal. “Chocolate, pipoca, um filme, tesão”, lista a Paula ao decorrer da letra.

Advertisement

Nascida em Belém (PA), a contadora e designer de moda revelou seu talento vocal em 2021 e agora colhe os frutos dessa oportunidade, despontando na cena por sua voz marcante e seu estilo autêntico, influenciado pela Nova MPB. Ritmo que se apresenta como grande novidade no novo EP, que também faz flerte com o samba ao apresentar uma nova releitura para canções como “Definição”, “Pode Poder” e “Um Sol”, que se tornaram conhecidas pelo grande público através da parceria da cantora com nomes como Jorge Aragão, Grupo Revelação e Maria Rita (respectivamente), e agora chegam em versão solo, destacando ainda mais toda a potencial voz de Paula Mel.

Após o lançamento, a cantora deve apresentar o repertório do projeto ao vivo, em shows pelo Brasil. Sua turnê está em fase inicial de planejamento para o primeiro semestre de 2022.

Trajetória

Paula Mel é dona de uma voz marcante e versátil. Na infância, por influência dos pais, era presença assídua nas rodas de samba e nas serestas promovidas pela família na sala de sua casa. Também participou de bandas formadas na igreja em que frequentava, além de corais e bandas no Brasil e nos Estados Unidos, colaborando em estúdio em álbuns de bandas como The Ways e Linear B.

A música também apresentou Paula e Marcos Sá, que se conheceram em um concurso de cantores na capital paraense. O casal, que até o ano passado esteve radicado em Portugal, tem dois filhos. Com o lançamento de “Janelas”, consolida-se mais um capítulo marcante desta união.

Advertisement
Advertisement

More in:Música