Produtora OA

A TV Brasileira precisa de mais “Malhação – Viva a Diferença”

Por Fernando Machado

Nesta semana, a novela adolescente “Malhação – Viva A Diferença” da TV Globo ganhou o prêmio Emmy Kids Internacional na categoria melhor série, o maior prêmio da TV Mundial. Na premiação realizada em Cannes, na França, a telenovela teen concorreu ao lado de produções da Alemanha, Austrália e França.

Ao receber o prêmio, o autor da novela Cao Hamburguer falou: “Este prêmio só confirma a coisa mais valiosa que o Brasil tem, que é a diversidade do seu povo, da sua cultura e como a gente tem que celebrar essas diferenças. Diferenças de cor de pele, diferenças culturais, de orientação sexual, de corpos, de ideias. A gente tem que conviver em paz”. Nas redes sociais, as atrizes Gabriela Medvedovski, Heslaine Vieira, Daphne Bozaski, Manoela Alipert e Ana Hikari, que foram protagonistas da temporada, publicaram textos de celebração a conquista do Emmy.

Sucesso de público e de audiência, a telenovela teen exibida entre maio de 2017 e março de 2018 marcou uma inovação na faixa. Em seu primeiro trabalho na TV Globo, Cao Hamburger (que já ganhou um Emmy Internacional com a série “Pedro & Bianca” da TV Cultura e reconhecido pela sua mais famosa obra, o “Castelo Rá-Tim-Bum”) trouxe, ao invés de um casal que era atrapalhado sempre por vilões, o protagonismo feminino de cinco meninas que se conheceram em um vagão de metrô quando uma delas entrou em trabalho de parto.

Ao longo de mais de 200 capítulos, Cao abordou temas como gravidez na adolescência, preconceito racial, diferença de classes, LGBTfobia, rejeição familiar, automutilação, alcoolismo, abuso sexual, bullying virtual, vícios em games, autismo, fake News e entre outros, explicando de maneira que tornasse o assunto compreensivo para todas as idades e que não se tornasse impróprio para o horário. Além de ser a primeira temporada da novela teen a ser ambientada na cidade de São Paulo, com a justificativa de ser a cidade em que todas as tribos se pluralizam. Por saber dialogar com o seu público-alvo, mostrando os problemas que os adolescentes sofrem quando estão nessa faixa, junto com as conquistas, descobertas e paixões, a novela elevou os índices da faixa, sendo a temporada de Malhação de maior audiência desde 2009, a de maior acesso na plataforma “Globo Play” e a primeira a ter uma torcida a favor de um casal LGBT, como foi o caso do casal “Limantha” (junção das personagens Lica e Samantha, interpretadas respectivamente pelas atrizes Manoela Alipert e Giovanna Griggio).

Com o sucesso, a temporada ganhou um spin-off com as protagonistas, que será chamado de “As Fives”. A série começará a ser gravada em junho e tem previsão de estreia para novembro no Globo Play e para janeiro na TV Globo.

More in:Produtora OA