Harvey Weinstein é sentenciado a 23 anos de prisão.

Functional Image

Harvey Weinstein acaba de ser formalmente sentenciado a 23 anos de prisão, após um juiz de Nova York o declarou culpado de cometer agressão sexual e estupro.

Responsável pela produção de grandes filmes como Pulp Fiction, O Paciente Inglês e Shakespeare Apaixonado, Weinstein viu sua carreira deslanchar após uma investigação de assédio e agressão sexual de três décadas vir à tona e ser publicada pelo New York Times, o que levou a diversas denúncias de mulheres contra ele. Ele foi demitido pelo conselho de administração de Weinstein Company (empresa comandada por ele e seu irmão) dias depois.

Acontecimento que originou o movimento Time’s Up e #MeToo, contra assédio sexual criada por celebridades de Hollywood, incentivou dezenas mais a levantarem suas vozes contra Weinstein.

Várias celebridades, mundialmente conhecidas divulgaram suas histórias de assédio, incluindo Cara Delavigne, Gwyneth Paltrow, Angelina Jolie, Lea Seydoux, Ashley Judd e outras.

Ele me levou até a porta e ficou na frente dela. Tentou beijar minha boca. Eu o impedi e consegui sair do quarto .

Cara Delavigne

Em uma declaração ao The New York Times, Paltrow disse que, depois de ter sido selecionada por Weinstein para ser protagonista da adaptação do clássico romance de Jane Austen, Emma, em 1996, foi “intimada” a ir até o quarto de hotel dele.

Lá, afirmou, o produtor colocou as mãos no corpo dela e sugeriu uma massagem. A atriz tinha 22 anos à época.

Eu era uma criança. Fiquei sem ação .

Gwyneth Paltrow

Paltrow disse que rejeitou os avanços de Weinstein e relatou o episódio a Brad Pitt, seu namorado na época, que tentou tirar satisfações com o produtor – por meio de representantes, confirmou o ocorrido.

Jolie contou ter rejeitado avanços do produtor ocorridos em um quarto de hotel durante o lançamento do filme Corações Apaixonados, em 1998. Ela deu uma declaração por e-mail ao New York Times.

Tive uma experiência ruim com Harvey Weinstein na minha juventude e, por causa disso, escolhi não trabalhar mais com ele e alertar as mulheres que trabalhavam para sua produtora. Esse comportamento com as mulheres, em qualquer área, é inaceitável

Angelina Jolie
Total
0
Shares
Previous Article
functional image

Estreias adiadas devido ao coronavírus

Next Article

Djonga lança capa do seu quarto CD, prometendo representar todas as áreas do Brasil em sua fala.