Produtora OA

Silvero Pereira diz que não aceitaria fazer ‘A Força do Querer’ hoje: ‘Não aceito mais fazer personagem trans ou travesti’

Em entrevista ao podcast “Papo de Novela”, Silvero Pereira contou que se fosse hoje, não aceitaria fazer “A Força do Querer”, onde deu vida a travesti Elis Miranda, por conta do seguinte motivo: não quer mais fazer personagens transexuais ou travesti.

“Hoje eu não faria a Elis Miranda, muito provavelmente. Porque eu também me reeduquei sobre essa história, e a gente precisa estar de acordo com as lutas e as causas. Depois de A Força do Querer, eu não aceitei mais nenhum personagem trans/travesti, e inclusive deixei de fazer meus espetáculos por causa disso”, declarou o ator em entrevista ao podcast Papo de Novela.

“Eu fui entendendo, sendo informado e compreendendo essa questão dentro do mercado. Se a gente aceita, a gente está impedindo o mercado de ir em busca dessas pessoas. Hoje, nós não vivemos num mercado em que exista proporcionalidade”, afirma. 

“Não é porque eu sou um ator assumidamente LGBT e porque estou claramente LGBT nas minhas redes e em todo lugar que eu vou, que eu não sou capaz de fazer um personagem hétero, que fuja da minha sexualidade. Espero que o mercado seja um pouco mais inteligente nesse aspecto, que o mercado passe a fazer convites para mim que mim que não sejam só para defender minha causa’, concluiu.

Advertisement
Advertisement
Advertisement

More in:Produtora OA