Televisão

‘Sob Pressão – Plantão Covid’ estreia hoje (06) focado na pandemia; confira o que esperar da temporada especial da série

Keiko (Julia Shimura), Carolina (Marjorie Estiano), Evandro (Julio Andrade), Charles (Pablo Sanábio), Décio (Bruno Garcia), Marisa (Roberta Rodrigues), Rosa (Josie Antello) e Mauro (David Junior)
Advertisement
Keiko (Julia Shimura), Carolina (Marjorie Estiano), Evandro (Julio Andrade), Charles (Pablo Sanábio), Décio (Bruno Garcia), Marisa (Roberta Rodrigues), Rosa (Josie Antello) e Mauro (David Junior) – Foto: Paulo Belote/Globo

Hoje a noite estreia a temporada especial de “Sob Pressão”, focado na pandemia do coronavírus. Ao todo, serão dois episódios especiais que mostrarão a realidade da equipe médica, formada por Carolina (Marjorie Estiano), Evandro (Julio Andrade), Décio (Bruno Garcia), Charles (Pablo Sanábio), Vera (Drica Moraes), Keiko (Julia Shimura), Rosa (Josie Antello) e os novatos Mauro (David Junior) e Marisa (Roberta Rodrigues), em um hospital de campanha no Rio de Janeiro.

A ideia de fazer uma história focada no momento atual aconteceu enquanto o autor da série Lucas Paraizo estava terminando de escrever a quarta temporada, que só irá estrear em 2021. “Quando a pandemia começou, estávamos escrevendo a reta final da quarta temporada. Naquele momento, a gente resolveu esperar. Até que começamos a nos perguntar como abordaríamos a pandemia do coronavírus dentro da nossa história. Uma opção era colocar no começo da quarta temporada e a outra opção era fazer algo isolado. Optamos pela segunda, fazendo um especial.” – disse Lucas, que ainda contou que aproveitou a temática para incluir um flashback no qual mostrará como Evandro (Júlio Andrade) decidiu seguir na medicina.

Aliás, quem interpretará o protagonista mais novo será o irmão do ator, o Ravel Andrade. “Já estava feliz demais pelo meu irmão, que é meu maior mestre, por ele fazer esse trabalho falando da pandemia, passando informação para o povo, dentro desta série que tem uma profundidade, uma verdade que sempre me atraiu. Quando soube que eu ia fazer o Evandro jovem foi uma explosão dentro de mim. Trabalhar com Júlio me abençoando, me passando o personagem para eu fazer o jovem que imaginava foi maravilhoso. Só tenho a agradecer por esse momento. Meu irmão é um cara que me incentiva e acredita em mim. A gente compartilha a vida, os dias, tudo. Temos uma conexão muito forte” – conta o ator, que tem diferença de 15 anos de idade com o Júlio.

No flashback, que se passará 20 anos antes, ainda terá as participações de Penha (Fabíola Nascimento) e Samuel (Stepan Nercessian), que faleceu na segunda temporada após o seu intérprete assinar com a Band para um programa de auditório, no qual não acabou acontecendo e seu contrato foi rescindido.

Penha (Fabiula Nascimento) e o jovem Evandro (Ravel Andrade) nas cenas de flashback de “Sob Pressão – Plantão Covid” – Foto: João Faissal/Globo
Em cenas de flashback, dr. Samuel (Stepan Nercessian) volta à trama nesta edição especial – Foto: João Faissal/Globo

Novidades no elenco e gravação de casa

Um dos destaques desta temporada especial está no elenco: David Júnior e Roberta Rodrigues entram para série como o neurocirurgião Mauro e a enfermeira Marisa, respectivamente.

Outro ponto é as gravações envolvendo a Drica Moraes, que interpreta a Vera, que aconteceram diretamente de sua casa. A atriz chegou a falar que se sentiu triste por isso, mas também se sentiu feliz por estar cuidada pela equipe. “Quando soube que ia fazer remotamente cheguei a ficar um pouquinho triste, porque estar com aquela equipe e retomar ao trabalho neste momento seria maravilhoso. Por outro lado, me senti extremamente feliz por estar sendo tão bem cuidada pela equipe”.

No especial ainda participam os atores Marcos Caruso (Seu Augusto), Kelzy Ecard (Neide), Marcello Melo Junior (Gilmar), Heslaine Vieira (Daiane), Luellem de Castro (Gilda) e Francisco Rocha (Zé Pedro), que serão pacientes no hospital.

Hospital de campanha fictício foi construído nos Estúdios Globo

“Sob Pressão” junto com “Amor de Mãe” e “Salve-se Quem Puder” foram as primeiras produções a retomarem as atividades na área de dramaturgia nos Estúdios Globo, que foram paralisados em março por conta da pandemia. Porém, a série será a primeira no qual veremos o resultado desse processo de gravação em meio ao distanciamento, já que as novelas só voltarão no ano que vem.

Para o diretor Andrucha Waddington, a primeira coisa que veio a sua mente é de que daria para produzir a temporada de forma segura sem expor a equipe de produção em risco.

Temos um protocolo de segurança onde se protegendo, estamos protegendo o outro. Quando a gente está dentro do estúdio gravando, está todo mundo dentro desses protocolos. A grande questão é o que se faz entre a saída do trabalho e a chegada no dia seguinte. Isso foi uma responsabilidade muito grande de cada um ali, porque cuidando de si, cuidamos do outro. Dentro do nosso protocolo de trabalho no set de gravação, a equipe inteira usou máscara, EPI, proteção, protegendo os atores que eventualmente estiveram sem máscara – o que, no caso de ‘Sob Pressão’, aconteceu em poucas cenas, porque estamos num ambiente de “campo de confronto”. Temos os atores que interpretam personagens doentes sem máscaras e os atores que são profissionais de saúde com máscara. Isso cria uma certa barreira entre eles. Mas de uma maneira geral existiu essa preocupação de estarmos trabalhando com muita segurança para não nos expormos.” – diz o diretor, que ainda conta que a produção não perderá a essência das locações externas.

Para quem acompanha a série desde o início e viu o longa-metragem que deu origem a produção, as suas gravações são realizadas em uma parte desativada do Hospital Nossa Senhora das Dores, em Cascadura, bairro da Zona Norte do Rio de Janeiro. Na temporada especial, 90% das cenas serão rodadas no hospital montado nos Estúdios Globo, enquanto os outros 10% estarão divididos entre cena dos pacientes anteriormente e do flashback de Evandro, em que foi gravado em uma rua que representasse o subúrbio carioca em uma cidade cenográfica e também foi recriado o Hospital de Cascadura, da primeira temporada, para trazer de volta o Dr. Samuel.

A equipe ainda contou com o  Doutor Marcio Maranhão, consultor médico da série e que fez a ligação entre equipe de roteiristas e elenco com o hospital de campanha da vida real. “Fizemos um processo de criação em que a realidade e a ficção se misturavam. Quando os dois episódios começaram a ser escritos, ainda atravessávamos uma fase muito forte. Lucas Paraizo e equipe conseguiram condensar neles três grandes momentos que identifiquei na pandemia: o primeiro foi de perplexidade frente a um vírus que a gente não sabia como tratar; o segundo foi de enfrentamento, em que nos sentimos relevantes no combate à doença; e o terceiro foi o do adoecimento. Mas tentamos mostrar essa realidade com esperança”.

Assim como em sua primeira temporada em 2017, “Sob Pressão – Plantão Covid” irá ao ar após “A Força do Querer” hoje e na semana seguinte (13), com dois episódios de 40 minutos de duração.

Curiosidade: Em 2017, ao ir ao ar após a novela Glória Perez e antes de “Os Dias Eram Assim” (que fechou como a novela de maior audiência do extinto horário das 23h), a série mantinha a audiência na casa dos 27 pontos, sendo a série mais vista da emissora desde 2012 e superando até mesmo audiência geral das novelas das noves anteriores na ocasião, como “A Lei do Amor” e “Babilônia”.

Advertisement
Advertisement
Advertisement

More in:Televisão