CríticaTeatro

Crítica: Com elenco de primeira, “Anastasia” estreia em São Paulo

Advertisement
Advertisement

O Musical está em cartaz no Teatro Renault

Estreou no último dia 10 de novembro, um dos musicais mais esperados pelo público fã de Teatro Musical: Anastasia, inspirado no clássico de 1997, finalmente chegou aos palcos do Brasil, em nada menos que o Teatro Renault, conhecido por receber produções enormes de diversas partes do mundo. E com muita justiça, o local fez suas primeiras apresentações com um verdadeiro espetáculo pré-musical, com direito aos clássicos banners com as fotos de alguns dos personagens da produção em cartaz, já muito conhecidos pelos frequentadores do Renault.

A produção se destaca por um elenco forte, que conta com nomes como Giovanna Rangel, que apresenta uma doce e forte Anya, Tiago Abravanel, o divertido Vlad, Rodrigo Garcia, o jovem Dmitry, além de Luciano Andrey, que além de ser versionista juntamente à renomada Bianca Tadini, também atua como o vilão Gleb no espetáculo. Falaremos sobre cada um deles, entre outros, mais para frente.

Os cenários também são de tirar o fôlego! Contando com projeções, além dos objetos de cena, a produção transporta facilmente o espectador para o clássico desenho dos anos 90, sem ficar devendo absolutamente nada para o original. Apesar disso, a montagem para os palcos não trouxe o personagem Rasputin, tendo em seu lugar, o charmoso Gleb, vivido por Luciano Andrey, membro dos bolcheviques, que se vê apaixonado por Anya. Com ele, novas canções foram inseridas na produção. Mas se você é parte saudosista da animação, não se preocupe! O musical apresenta as músicas clássicas do desenho, como Once Upon a December

Advertisement
e Journey to The Past.

Os estreantes nos palcos do Renault, Giovanna Rangel e Rodrigo Garcia mostram, o tempo todo, muita sintonia em cena, sendo um casal queridinho do público ao final do espetáculo. Juntam-se a eles, Tiago Abravanel, que retorna ao Teatro Musical após um tempo afastado e sua participação no reality show Big

Advertisement
Brother Brasil.

(Van Campos/Ag News)

Outros destaques do elenco são Edna D’Oliveira, que vive a Imperatriz e dá um verdadeiro show de emoção em cena, especialmente quando contracena com sua neta, Anya, ora sendo ela mais jovem, ora, já crescida, após anos perdida. A atriz Carol Costa pode ser considerada um grande alívio cômico para toda a ação que o musical pede. Vivendo Lily, ela, que já fez papéis de destaque como Roxie Hart em “Chicago” e Chiquinha, em “Chaves, um Tributo Musical”, não aparenta em nada seus trabalhos anteriores, tanto pelo figurino bem diferente, quanto pelo trabalho corporal e vocal.

Como mencionado antes, quem assina as versões são os veteranos Bianca Tadini e Luciano Andrey, que mais uma vez, mostraram que, juntos, detém uma receita de sucesso poderosa para transportar as letras clássicas vindas de fora para o nosso idioma, com muita maestria.

(Reprodução Instagram)

Por fim, podemos destacar o ensemble impecável, composto por nomes como Vânia Canto, Ariadne Okuyama, Keila Bueno, André Luiz Odin, Diego Luri, entre outros. Trata-se de um musical onde a dança está muito presente, e o time de swings representa o papel de costurar a envolvente história de Anya muito bem!

O Musical “Anastasia” está em cartaz no Teatro Renault, em São Paulo.

Serviço:
  • Local: Teatro Renault – Av. Brigadeiro Luís Antônio, 411 – Bela
  • Vista, São Paulo – SP
  • Sessões: Quintas e sextas, às 21h. Sábados, às 17h e 21h, e Domingos, às 16h e 20h.
  • Valores: R$ 45,00 a R$ 350,00
  • Ingressos online: ticketsforfun.com.br
Advertisement
Advertisement
Nicole Gomez
Formada em Rádio e TV, sou uma apaixonada por Teatro Musical e acredito que a Cultura pode mudar vidas.

More in:Crítica